Acabei de ver no Twitter que o Bradesco agora tá querendo pagar de descolado.

Eu vi essa oferta de um ano sem tarifas para pessoa jurídica MEI e resolvi baixar o app para abrir a conta e conhecer a oferta. Eu já sou cliente pessoa física e jurídica do Banco Inter e tenho contas em praticamente todos os bancos digitais, resolvi abrir no Bradesco pra… vai que tem alguma novidade, né. Então tá aí a minha experiência:

  • Abrir a conta pelo app foi bem fácil, apesar de ter que preencher uma boa quantidade de dados.
  • Depois de aberta, depositei 15 reais apenas para testar algumas funcionalidades.
  • Algum tempo depois, para a surpresa de ninguém, o banco debitou a primeira mensalidade da conta – e isso que disseram que não cobrariam por um ano. Velhos hábitos são difíceis de quebrar.
  • O gerente da agência local entrou em contato por telefone para me dar as boas vindas e auxiliar em algo. Citei os serviços que precisaria para a minha empresa e citei a questão da tarifa, que ele prometeu verificar. Até agora não estornaram.
  • Um dos serviços que uso é o de cobrança via boleto. Demorou uns bons dias para o banco liberar o serviço na minha conta (precisava de análise prévia) e depois disso eu fui obrigado a abrir o internet banking pelo computador, instalar o módulo de segurança deles (coisa que odeio e nunca faço, e que nenhum banco digital de verdade exige) só para clicar em um link ATUALIZAR CONTA DE COBRANÇA, caso contrário não conseguiria emitir boletos. Nem mesmo o atendente da agência conseguiu fazer isso por mim.
  • O sistema tem uma quantidade inacreditável de opções. Talvez isso seja bom para médias ou grandes empresas, mas definitivamente são muitas opções para uma pequena empresa ou MEI.
  • E claro, como é de praxe em qualquer banco não digital, tem sempre que fazer algum tipo de liberação que só pode ser feita em caixas automáticos. (A propósito: pior ainda o Banco do Brasil, que de vez em quando o aplicativo é atualizado e a validação do celular é perdida, exigindo que eu vá até o caixa automático; já fiz isso umas 4 vezes ao longo do tempo).

E é claro, a galera no Twitter não perdoou:

No Banco Inter, em comparação:

  • Abre a conta por app em 1 ou 2 dias
  • Se já tem conta pessoa física, abrir uma conta MEI é praticamente instantâneo (já que eles já tem os seus dados)
  • Dá pra emitir boletos imediatamente
  • Não precisa instalar nenhum módulo de segurança nem nada do tipo para usar o internet banking pelo PC. É utilizado apenas o famoso token (autenticação OTP) que é ativado pelo próprio celular sem precisar ir a nenhuma agência. O mesmo tipo de segurança OTP é usado por Google, MercadoLivre, Instagram e vários sites quando detectam um acesso incomum.
  • Tem tudo que eu preciso exceto cartão de crédito (isso você pode ter na conta pessoa física) e cheque especial (não uso, mas o Bradesco prometeu verificar pra mim e não liberou nem me deu resposta sobre isso).

Resolvi escrever este post não para puxar o saco do Inter ou para ter alguma vantagem, mas apenas para comparar a velha e a nova geração. Acho engraçado os bancos “velhos” quererem se comparar aos novos que são mais modernos, eficientes e bem alinhados às novas tecnologias e tendências.

Dificilmente um banco – ou qualquer empresa – grande consegue ser ágil e eficiente. É como um lutador grande e musculoso: ele bate forte e pesado, mas é lento. Um lutador magricela tem agilidade e pode conseguir derrubar um grande usando inteligência.